8 Melhores praias para surfar no Brasil

Maresias, Praia do Rosa e outras praias para passar as férias surfando

Vem com a gente descobrir os melhores picos para surfar pelo Brasil nesse verão. Na lista estão praias como a do Rosa, Arpoador, Itamambuca e muito mais. Tem ondas para todos os níveis de surfista, desde os iniciantes até os profissionais. O que não vai faltar é desculpa para cair. Se animou? Quer uma lista de casas ideiais para toda a preparação do surfe? Temos! É só clicar aqui! Aloha!

1. Praia de Maresias (SP)

 

A Praia de Maresias, em São Sebastião, é famosa pelas ondas que atraem surfistas de todos os cantos. Não bastasse isso, ainda ganhou outro atrativo no finzinho de 2014 ao lançar para o mundo o primeiro campeão mundial brasileiro de surfe: Gabriel Medina. A razão para tanto sucesso: ondas nos mais variados tamanhos, para todos os níveis de surfista, razão para ser considerada por muitos a melhor do Brasil.

 

Veja nossos imóveis em Maresias

 

foto são sebastião maresias Fonte facebook maresias-1.jpg

 

Foto: Facebook - Maresias

 

2. Praia do Rosa (SC)

 

Poucas coisas deixam um surfista tão triste quanto um mar sem ondas. O que eles chamam de “flat”, é o que quase nunca acontece na Praia do Rosa, em Imbituba. As ondas chegam a 3 metros de altura.  Além do mar, a praia é linda e pelas areias é fácil encontrar gente bonita por todos os lados.

 

Veja nossos imóveis na Praia do Rosa

 

rosa-1.jpg

 

Foto: AlugueTemporada

 

3. Praia de Itaúna (RJ)

 

Se ouvir falar em "Capital do surfe brasileiro", "Templo do Surfe" ou até "Maracanã do surfe", saiba que devem estar falando da Praia de Itaúna, que fica em Saquarema, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Segundo o surfista profissional Adriano de Souza, o mineirinho, as ondas de Saquarema lembram as do Hawaii. Quer convite mais inspirador?

 

Veja nossos imóveis em Saquarema

 

itauna-1.jpg

 

Foto: Facebook - Associação de Surf de Saquarema

 

4. Praia da Guarda do Embaú (SC)

 

O surfe na Praia da Guarda do Embaú, em Palhoça, atrai praticantes do esporte do Brasil inteiro. Esse destino é ideal para quem tem disposição para curtir intensamente tanto o dia quanto a noite. Pela manhã o mar tem boas ondas e ao cair do sol o agito toma conta do balneário. Por lá, a melhor época do ano para surfar é o verão. Entre abril e julho, período da pesca de tainha, a atividade é suspensa.

 

Veja nossos imóveis na Guarda do Embaú

 

guarda-1.jpg

 

Foto: Facebook - Comunidade Guarda do Embaú

 

5. Praia de Itamambuca (SP)

 

Itamambuca, em Ubatuba, é para muita gente a melhor praia para surfar em São Paulo. Além de ter as maiores ondas do estado, tem ondulações em todos os cantos da praia. Mas se você é iniciante, cuidado! As ondas podem chegar a mais de 3 metros de altura, proporcionando muita adrenalina para quem já faz manobras. 

 

Veja nossos imóveis em Itamambuca

 

ubatuba-1.jpg

 

Foto: Secretaria de Turismo de Ubatuba

 

6. Maracaípe (PE)

 

A Praia de Maracaípe, em Porto de Galinhas, é um dos points mais famosos do surfe no Nordeste. As ondas fortes e as areias claras são suas principais características. Não à toa, a praia já entrou para o calendário nacional e internacional das competições de surfe. Para completar, pelas areias ainda desfila um público jovem e descontraído.

 

Veja nossos imóveis em Maracaípe

 

maracaipe-1.jpg

 

Foto: Facebook - Prefeitura de Ipojuca

 

7. Praia do Arpoador (RJ)

 

A Praia do Arpoador, no Rio de Janeiro, tem fama pela beleza do pôr do sol, mas os amantes do surfe gostam mesmo é de assisti-lo nascer. O Arpex, como é chamado pelos mais íntimos, é um dos maiores símbolos da história do surfe carioca. A maior concentração de surfistas fica no canto esquerdo da praia, onde as ondas chegam a 2,5 metros de altura. Instrutores de surfe, como a equipe #teambispo, fornecem material e aulas para os iniciantes do esporte radical.

 

Veja nossos imóveis no Arpoador

 

arpex-1.jpg

 

Foto: Shutterstock

 

8. Praia da Pipa (RN)

 

A Praia de Pica fica a cerca de 80 quilômetros de Natal. Não à toa foi descoberta por surfistas no fim dos anos de 1970. O local é um dos poucos picos brasileiros que tem fundo de corais, fazendo com que a onda seja mais constante e perfeita. Por lá as ondas chegam a 8 pés, o equivalente a pouco mais de 2 metros.

 

Veja nossos imóveis em Pipa

 

pipa-1.jpg

 

Fonte: www.pipa.com.br