Viajando Com Seu Pet: Dicas Para Viajar com Animais

A viagem é para todos: adultos, crianças e, como diz o dito popular, periquito e papagaio. Mas quem tem um pet em casa só viaja tranquilo se ele for junto.

Malas prontas, família arrumada, pé na estrada e nada nem ninguém que tenha ficado para trás. A viagem é para todos. Adultos, crianças e, como diz o dito popular, periquito e papagaio. Claro que os animais podem ser também um cachorro, um gato e por aí vai. Quem tem um pet em casa só viaja tranquilo sob uma condição, se ele for junto. Fechada a questão, é preciso escolher um lugar onde ele também possa se hospedar e ficar antenado para dicas que podem garantir uma viagem sem atropelos ou incidentes.

 

E não é que os cuidados com a viagem do animal são bem parecidos com o de seus donos? Para começar, eles também têm bagagem. É preciso levar remédios, brinquedos favoritos, cama, coleira e coisinhas que os bichinhos não possam ficar sem. Não esquecer ainda os documentos, como atestados, carteiras de vacinação, etc.

 

pet-Cachorro - Gus Valentim_retouched.jpg

Foto: Gus Valentim

 

A viagem em si também precisa de planejamento.  Um trajeto de carro pode virar um pesadelo para um cão ou gato e, consequentemente, para quem mais estiver no veículo.  Existem formas de acomodar o passageiro. Além da caixa de transporte, há a opção do cinto, adaptador e cadeirinha de segurança, como as usadas por crianças. A legislação de trânsito não permite animais soltos no carro.

 

 

Leia também nossos artigos relacionados:

 

Uma Viagem, Uma Família e Muita História para Contar

 

Top 10 Melhores Praias Para Crianças

 

Top 5 Destinos para o Dia das Mães

 

 

Nada de viajar com o pet no colo. Como os bebês, eles enjoam. Vai arriscar? O jejum é fundamental. Fique de olho no relógio e o alimente duas ou três horas antes da viagem, mas se o seu pet é daqueles que já ficam “verdes” só de entrar no carro, existem medicamentos capazes de prevenir o enjôo e o vômito. Outros têm a capacidade de produzir leve sedação para o animal em viagens menos longas.

 

pet- foto VinceFL_retouched.jpg

Foto: VinceFL

 

Já nas viagens de avião é importante ressaltar que as empresas aéreas costumam ter regras individuais. Mas lembre-se sempre de identificar o cão e o gato, seja na coleira ou através da identificação por microchip. No caso dos ônibus intermunicipais ou interestaduais as regras são quase as mesmas. É recomendável se informar.

 

O AlugueTemporada tem 7.666 imóveis disponíveis no Brasil que aceitam animais. Pelo site, no início do ano, Rodrigo Takata, de São Carlos (SP), escolheu Ubatuba, no litoral de São Paulo, para fazer a primeira viagem com os seus dois dálmatas. "Meus cachorros adoraram a casa, que tinha um espaço privativo suficiente para eles correrem e brincaem. Levei tudo o que precisavam: ração, potes, brinquedos. Com certeza é muito melhor viajar com eles por perto. Adorei".

 

Foto de Capa: Wombatarama