Turismo Religioso: Destinos de viagem de fé

Participar de um grande festa religiosa ou conhecer um famoso local de peregrinação é uma experiência inesquecível de celebração da fé.

Destinos de fé

Independente de religião, vale a pena dedicar uma parte de suas férias ou feriado prolongado a uma viagem voltada para a espiritualidade. Confira dicas de destinos procurados pelos religiosos no Brasil.

 

Aparecida (SP)

Distante em 171km de São Paulo, Aparecida é um exemplo de cidade que vive do turismo religioso. O símbolo do município é o Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, dedicado ao culto de Maria, mãe de Jesus. A maior atração é a Catedral Basílica de Nossa Senhora de Aparecida, construída em 1955 e inaugurada em 1980 pelo Papa João Paulo II. Vale programar uma visita à cidade durante os emocionantes festejos de Nossa Senhora Aparecida, entre 3 e 12 de outubro. Outro celebração que leva milhares de fieis ao município é a de São Benedito, uma semana após a Páscoa.

 

Juazeiro do Norte (CE)

Ceará esta muito bem representado quando o assunto é turismo religioso. Juazeiro do Norte, é Conhecida como a terra de Padre Cícero, onde o sacerdote viveu a maior parte da sua vida e está enterrado, a cidade tem um calendário de festas religiosas ao longo do ano. Entre elas, destaque para o aniversário de morte do religioso, em 20 de julho, e o Dia do Romeiro, no dia 2 de novembro. As datas reúnem milhares de visitantes na cidade, localizada no Vale do Cariri. Um dos principais pontos turísticos é a estátua de 25 metros de altura do sacerdote, popularmente chamado pelos fiéis de Padim Ciço. Vale conhecer a Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores e a Capela do Perpétuo Socorro.

 

Salvador (BA)

capital baiana é famosa pela arquitetura que vai dos estilos barroco ao neoclássico. A importância da cidade para religião cristã é tão grande que ela faz parte do roteiro turístico da agência de viagens oficial da Igreja Católica. Lugares a serem visitados são a Catedral Basílica, a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, a Igreja da Sé, o Palácio Arquiepiscopal, a Igreja da Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e as escadarias do Nosso Senhor do Bom Fim. A Festa de Iemanjá, dia 2 de fevereiro, agita a cidade, reunindo cristãos e seguidores da umbanda.