Go East: Destinos em conta no Leste Europeu e na Ásia

Quem disse que viagem internacional precisa ser assunto proibido entre os brasileiros? A desvalorização do real frente ao euro e dólar não obriga abrir mão de destinos no Hemisfério Norte. Muito pelo contrário! Esse é um bom período para visitar a região: a primavera começou por lá, o clima já é mais ameno, variando entre 25°C e 15°C, e as flores desabrocham oferecendo um verdadeiro espetáculo da natureza. Já se imaginou passeando pela Rússia sem precisar estar todo encasacado? Ou nadando em um mar azulzinho na Indonésia? Tudo isso é possível se planejando bem e otimizando os custos da viagem. Selecionamos uma lista com dicas econômicas e passeios imperdíveis para viagens de todos os tipos na Ásia e no Leste Europeu. Se você é daqueles que não dispensam uma boa praia, destinos paradisíacos como Bali, na Indonésia, e Phucket, na Tailândia, estão ao seu alcance. Já para quem está em busca de passeios culturais, que tal Budapeste, Moscou, Cracóvia e Vietnã? Go east!

 

 

Budapeste (Hungria)

 

Romântico e às margens do Rio Danúbio, Budapeste é um destino incrível e que pode ser barato. A entrada na maioria dos museus da cidade é bem em conta, sendo que os principais admitem gratuidade para menores de 26 anos no último domingo de cada mês. A capital húngara, eternizada por Chico Buarque no livro “Budapeste”, também apresenta muitas exposições de arte gratuitas, sendo a principal delas a Telp, na rua Madach. No Palácio das Artes de Budapeste há frequentemente concertos gratuitos de estudantes e até mesmo de músicos consagrados. Também é comum encontrar apresentações de piano na Avenida Andrassy, uma das principais da cidade. Fora isso, a região tem opções gastronômicas para todos os bolsos. Se não quiser gastar, basta selecionar os mais acessíveis como o famoso Menza, com pratos executivos por 5 euros. No AlugueTemporada, entre os mais de 1.200 imóveis disponíveis na cidade, é possível encontrar apartamentos por menos R$ 200 a diária.

 

 

Cracóvia (Polônia)

 

Cracóvia

 

A Polônia é um destino pouco frequente no roteiro de turistas que visitam a Europa. Trata-se, porém, de um país com tesouros culturais, cidades medievais, castelos e grandes atrações. Cracóvia, no sul do país, é um desses locais imperdíveis. O pequeno centro histórico da cidade sobreviveu aos ataques da Segunda Guerra Mundial e hoje é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Com um dos custos de vida mais baixos da Europa, a cidade é uma das opções de viagem mais baratas do continente. O Índice BigMac, uma forma inusitada de medir o custo de vida elaborada pela revista The Economist, é um exemplo. A última pesquisa mostra que o sanduíche BigMac (aquele tradicional vendido na rede McDonald’s) na Polônia é vendido por aproximadamente R$ 9, enquanto nos Estados Unidos custa R$ 17,50. O AlugueTemporada tem mais de 300 imóveis na Cracóvia, sendo possível alugar um apartamento por menos de R$ 200 a diária, valor baixo para os padrões europeus.

 

 

Moscou (Russia)

 

Moscou, capital da Rússia, é bastante atraente por sua combinação de riqueza cultural e histórica, arquitetura monumental, e preços vantajosos. Um passeio turístico pela cidade, naqueles ônibus clássicos, sai por menos de R$ 60. Por esse precinho, com a explicação de um guia, dá para conhecer lugares históricos como a Praça Vermelha, o Museu de Belas Artes de Pushkin e muito mais. Outro programa imperdível é visitar a sede de um dos balés clássicos mais importantes do mundo, o Ballet Bolshoi. O preço compensa quando se pensa que é um lugar que recebe espetáculos há mais de 250 anos e você paga menos de R$ 250 por pessoa. Tanta atividade cultural vai dar uma fome danada. Uma refeição farta com pratos típicos russos como a sopa Borscht, vermelha por ser cozida por ingredientes como beterraba e tomate, ou o Frango à Kiev, feito com o peito do animal desossado e recheado, depois frito ou cozido, sai por menos de R$ 40. Você pode economizar ainda mais cozinhando na casa que escolher para se hospedar. O custo do aluguel de um apartamento a apenas 3 quilômetros do Estádio Lujniki, o antigo Estádio Central Lênin, sai apenas por R$ 226 a diária. Veja aqui os imóveis que temos disponíveis em Moscou.

 

 

Ho Chi Minh (Vietnã)

 

Ho Chi Minh

 

O Vietnã é um dos destinos com preços mais convidativos na Ásia. Táxis cobram valores baixos e a alimentação por lá também é em conta: com R$ 15 por dia é possível comer bem e provar os temperos locais. Outra dica para os cervejeiros de plantão: lá é produzida a cerveja mais barata do mundo: a Bia hơi. Trata-se de uma bebida popular no Vietnã que, convertendo o valor da moeda local (Dong), pode ser comprada por menos de R$ 1 o copo com 300 ml. Conhecida como “Pérola do Oriente”, Ho Chi Minh, antiga Saigon, é a maior metrópole e centro financeiro do país. A cidade é um belo retrato do oriente, com um intenso movimento de carros e motos. Sem contar com os muitos pontos turísticos por lá, com destaque para o Palácio da Independência e o Reunification Palace, que se mantém intocável desde que as tropas norte-americanas se renderam aos comunistas vietnamitas durante a Guerra do Vietnã. Com menos de R$ 150 por dia é possível alugar um imóvel em Ho Chi Minh dentre os 250 que temos disponíveis no AlugueTemporada.

 

 

Bali (Indonésia)

 

Bali_red.jpg

 

O filme “Comer, Rezar e amar” popularizou este destino pouco procurado há algum tempo, mas paradisíaco e riquíssimo em cultura. É um dos lugares que mais celebra o hinduísmo e o budismo, com muitos templos espalhados por todos os lados. Esse é o tipo de viagem que você sente que vale a pena só de andar na rua e admirar as vilas de moradores, conhecer o povo amistoso, as paisagens exóticas e o requinte de luxo difícil de encontrar pelas bandas do Ocidente. Outro grande atrativo são as ondas desejadas por surfistas do mundo todo. No orçamento da viagem o item mais caro é a passagem. Mas não pense que a trip vai ser cancelada por conta disso. Na madrugada e nas recorrentes promoções que as companhias aéreas fazem em seus sites é possível encontrar preços mais baixos em relação ao praticado. Uma boa dica é usar milhas para conhecer esse paraíso. Com a passagem resolvida, os gastos por lá são beeeem tranquilos. Na lista de passeios imperdíveis estão as praias. Dentre elas, as mais famosas são Padang, Seminyak, Uluwatu e Bingin. Para fechar a planilha da viagem, a locação de imóveis com dois quartos em Ubud sai em média R$ 237 por dia. Ao todo são mais de 3.000 imóveis disponíveis em Bali pelo AlugueTemporada.

 

 

Phuket (Tailândia)

 

Phuket

 

Ainda na Oriente, outro destino imperdível é Phucket, maior ilha da Tailândia. A média de gasto por dia é de R$ 64, incluindo hospedagem e alimentação. A locação de um imóvel bem equipado e descolado, por exemplo, sai por menos R$ 45. O lugar paradisíaco tem 15 praias, algumas na lista das melhores do mundo, com aquela areia fininha, água cristalina e quentinha. As mais agitadas são Patong Beach, com um pôr do sol inesquecível. Dentre as intocadas, estilo “Lagoa azul”, não deixe de conhecer Nai Thon, Kamala e Hat Karon. E falando em filmes, o passeio de balsa pelas ilhas Phi Phi, para conhecer Maya Beach, “A Praia” do filme com Leonardo DiCaprio, e Koh Ta-Pu é item obrigatório no itinerário de um viajante pela Tailândia. Outro passeio imperdível é por Koh Ta-Pu, conhecida como James Bond Island, onde foi filmado “007 Contra o Homem da Pistola de Ouro”. Aproveite para se hospedar em um dos 2.000 imóveis que temos em Phuket e economize com estadia.