10 dicas para fazer uma viagem econômica

Listamos um manual com dez dicas para viajar e deixar qualquer crise passar longe das suas contas

1. Planejamento

A dica é se planejar com a maior antecedência possível para garantir melhores preços. Se o desejo é viajar no próximo verão, corra e comece agora mesmo os preparativos. Lembre que a grande maioria das pessoas têm o mesmo desejo e a concorrência é bem maior em janeiro e fevereiro. Segundo José Francisco, economista e diretor do departamento de estudos e pesquisas do Ministério do Turismo, o mínimo de tempo de planejamento para a economia ser efetiva é de três meses.

 

2. Turismo doméstico

Com a alta do dólar, o euro batendo quase R$ 5 e a libra já passando dos R$ 6, essa é a hora de conhecer aquela praia ou casa de campo que você sempre quis, mas ficava pra depois. Deixe a viagem internacional de lado e desvende o que o nosso país tem de melhor.  O turismo doméstico revela surpresas que nem dá para imaginar. Tem opções para todos os gostos. Desde praias paradisíacas, a destinos com cachoeiras, lagoas, trilhas e muito mais

 

3. Viaje com um grupo grande

Seja com os amigos ou em família, a boa é viajar em grupo. Assim você divide as despesas por mais gente, seja a gasolina do carro, o custo da hospedagem, as compras do supermercado e por aí vai. Essa é a oportunidade de reunir aquela galera que você adora e quase não tem tempo para ver. Seja o amigo do trabalho anterior, o casal de amigos dos tempos de escola ou aqueles primos que andam sumidos. Se identificou? Mão no telefone e pode começar a convocação.

 

4. Alugue por temporada

Não resta a menor dúvida de que alugar por temporada sai bem mais em conta do que outros tipos de hospedagem, oferecendo mordomias exclusivas por um preço bem mais camarada. Aí já sabe, é só escolher o imóvel perfeito aqui no site. Ah, um detalhe importante? Sabe a dica anterior, de viajar com a galera? Ela combina perfeitamente com a locação por temporada. Afinal, uma casa tem mais espaço para curtir em grupo e em geral pode receber muito mais gente do que um quarto de hotel. Com isso, você tem muito mais pessoas para dividir o valor da diária e ainda conta muito mais privacidade. Imagina curtir a piscina toda para você? Não ter hora pra tomar o café da manhã. Ou fazer aquele churrascão sem hora pra acabar. #AquiPode

 

5. Viaje de carro

Por ter extensão continental, o Brasil é um mundo de paisagens. Viajar de carro é aproveitar a oportunidade de conhecer mais um pouco dessas maravilhas. Além de ser econômico, já que as passagens de avião e ônibus acabam saindo bem mais caras do que os custos da viagem via quatro rodas. E tem mais, a galera já vai entrando no clima da viagem com a interação no carro, programando as atividades da viagem, ouvindo boa música e colocando o papo em dia. Dica extra que pode reduzir ainda mais os gastos: se tiver vaga no carro, ofereça carona a alguém do grupo e rache a gasolina.

 

6. Cozinhe em casa

Sabe aquela vida de comer em restaurantes todos os dias da viagem? Esqueça nesse momento! Fazer compras e cozinhar em casa além de uma medida econômica, é uma maneira de interagir com todo mundo. Muitas casas possuem forno a lenha, churrasqueira e cozinha bem equipada. Aproveite o aperto para escolher o super chef da viagem.

 

7. Fuja do tradicional

Jogue fora a catálogo convencional de turismo e fuja do óbvio. Muitos pontos turísticos convencionais são o dobro do preço. Isso sem falar nos restaurantes e até mesmo na hospedagem. Em locais menos procurados, você encontra preços mais em conta e ainda não se estressa com o tumulto e filas até para tomar um sorvete. . Se dê essa oportunidade. Além de conhecer lugares diferentes, vai fazer diferença no orçamento final.

 

8. Diga não ao desnecessário

Será mesmo que você precisa daquela canga que achou linda na praia? Já não tem tantas no armário? Pensar antes de comprar faz bem para o orçamento, não só na viagem, como na vida de todo dia. Não é não levar nada, é só ter um critério a mais na hora de comprar algo que muitas vezes a gente nem usa.

 

9. Gastou, anotou!

Parece que não, mas anotar cada compra faz com que o planejamento não se perca. Fazendo isso durante a viagem, o orçamento não sai do controle. Hoje existem vários aplicativos que ajudam a monitorar os gastos. Essa lista vai te ajudar com algumas opções.

 

10. Alerta Cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser um perigo para quem gosta de gastar. Para evitar se perder em gastos e fazer parcelamentos desnecessários, começando o ano afundado em dívida, a dica é pagar à vista. Assim muitas vezes você consegue desconto e mantém as despesas sob controle. Só use em último caso. Assim, quem sabe ao voltar da próxima viagem com gostinho de quero mais você já começa planejar outra?! #FicaDica