Atrações Turísticas: Safáris e Zoológicos do Brasil

Que tal juntar o amor pelos animais com a vontade de viajar? Se não dá para enfrentar a selva, é possível ver tanto espécies nativas quanto provenientes de outros países em safáris e zoológicos no Brasil.

Férias animais: conheça zoológicos e safáris no Brasil

A palavra “safári” é proveniente do dialeto africano “Swahili”, que significa uma jornada ou expedição na selva, para visita, fotografia ou caçada. Além da área de animais, em geral os parques dispõem de uma grande área de lazer, ideal para um piquenique para encerrar a jornada. Confira algumas boas opções:

Pampas Safári (RS)

O Pampas Safári, em Gravataí (RS), na região metropolitana de Porto Alegre, é o maior parque-safári da América do Sul. Compreende uma área de 320 hectares, nos quais são distribuídos mais de 2 mil exemplares de animais da fauna mundial, entre os quais zebras, camelos, hipopótamos, flamingos e macacos. São 10 quilômetros a serem percorridos de carro. Na área de lazer, os visitantes podem descer de seus veículos e desfrutar de uma flora exuberante distribuída em três grandes jardins: o jardim oriental, o jardim dos pampas e o jardim principal.

Zoológico Parque Regional do Iguaçu (PR)

Para quem prefere os animais um pouco menos à vontade, a dica é investir em um passeio no jardim zoológico. No zoológico do Parque Regional do Iguaçu, em Curitiba, o visitante pode observar os hábitos de camelos e hipopótamos, por exemplo. O parque ocupa 8 milhões de metros quadrados de área e é considerado o maior parque urbano do país. No zoológico do parque, que ocupa uma área de 530 mil metros quadrados, vivem cerca de 80 espécies de animais de várias partes do mundo. A mata nativa preservada no local garante aos animais o habitat ideal.

Gramadozoo (RS)

Localizado em Gramado, na Serra Gaúcha, o Gramadozoo tem um conceito diferente de zoológico. Por lá, em vez de grades e jaulas, os animais são acolhidos em viveiros de imersão, que reproduzem o habitat natural de cada espécie. Também é possível visitá-lo à noite, para conhecer os hábitos noturnos das espécies. Jiboias, micos e até pinguins são abrigados no zoo, que também é um centro de pesquisa e preservação.

Zoo Safari (SP)

No Zoo Safari, em São Paulo, são 300 espécies distribuídas em locais que reproduzem seus habitats naturais, desde inofensivos macaquinhos a assustadores leões. Lá, diferentemente dos zoos tradicionais, dá sim para alimentar os animais. Os monitores distribuem aos visitantes rações especiais.