Conheça as belezas de Porto de Galinhas em cinco dias

Vila de pescadores em Pernambuco reserva atrações incríveis e proporciona belas fotos

Localizada na cidade de Ipojuca, a 70 km da capital Recife (PE), Porto de Galinhas é cercado de piscinas naturais com águas mornas, peixes coloridos e jangadas por todos os lados. Um dos endereços turísticos mais tradicionais do Nordeste, o local fica muito movimentado durante a alta temporada. O ideal seria passar, pelo menos, cinco dias para aproveitar ao máximo tudo que esse paraíso pode te oferecer. Para se hospedar, é só escolher um dos 500 imóveis disponíveis aqui.

 

Você pode separar um dia do seu roteiro para passear de buggy; outro para curtir a viagem de barco até a praia dos Carneiros, em Tamandaré (PE): cidade próxima a Porto de Galinhas; e mais um para fazer mergulho nas piscinas naturais da região. Assim sobram dois dias para curtir com calma outras praias e também namorar as vitrines das lojinhas da vila. Aos que pretendem permanecer por mais tempo, visitar Recife ou Maragogi (AL) são outras ótimas opções nos arredores de Porto de Galinhas.

 

Buggy

O passeio de buggy é o mais indicado para realizar no primeiro dia em Porto de Galinhas. Neste roteiro você vai conhecer as principais praias como Muro Alto e Maracaípe, saber o que fazer por lá, e até mesmo eleger os melhores lugares para visitar nos dias seguintes. Nos passeios o carro costuma levar no máximo quatro pessoas (não contando o motorista) e o percurso dura pouco mais de três horas. Não esqueça a câmera fotográfica, a paisagem  garante fotos lindas, e leve chapéu para se proteger do sol.

 

Carneiros

É imperdível uma visita à Praia dos Carneiros, que fica a 62 km de Porto de Galinhas. Você pode ir de carro, saindo da Barra de Sirinhaém, que fica a 34 km de Porto de Galinhas, cerca de 40 minutos de estrada. Outra opção é ir de Catamarã, o passeio dura cerca de seis horas e também para na ilha de Santo Aleixo, famosa pelas dezenas de naufrágios em seus arredores. Por isso, reserve um dia inteiro para este passeio. E para completar o cenário da praia, há uma igrejinha do século XVIII à beira-mar. A Praia dos Carneiros é bem rústica, cenário perfeito para fotos incríveis. Você não vai se arrepender, pode apostar!

 

Arrecifes_de_Praia_dos_Carneiros-By-Vandelima-Wikimedia-Commons.jpg

Arrecife Praia dos Carneiro. Foto: Vandelima – Wikimedia Commons

 

Mergulho

O passeio mais tradicional da região é o de jangada até as piscinas naturais. As lindas Jangadas coloridas, que por si só já rendem boas fotos, saem da praia de Porto de Galinhas e levam às enormes piscinas que se formam apenas na maré baixa, a 200 metros da costa. Geralmente as jangadas oferecem um kit mergulho, com óculos próprios para contemplar o fundo do mar e até ração para atrair e alimentar animais marinhos. Informe-se antes se a excursão escolhida oferece o kit. Caso ela não ofereça, vale alugar um equipamento próprio para não perder essa obra-prima da natureza. Outra dica é levar um calçado que pode ser molhado ou até chinelo, pois caminhar nos recifes pode machucar os pés.

 

Dois dias de praia e descanso

Após os passeios, você ainda terá mais dois para curtir. Aproveite para experimentar pequenos prazeres como uma caminhada na areia e curtir a brisa fresca que vem do mar. A Praia de Maracaípe, por exemplo, não tem muita estrutura turística, mas é uma boa opção para quem busca sossego ou gosta de surfar. O Pontal de Maracaípe também é outra alternativa. Lá é onde acontece o encontro das águas do rio e do mar. O ponto positivo é que o local não pode ser acessado de carro, apenas caminhando, e por isso não é tão cheio. Cupe, também em Porto de Galinhas, é outra praia bonita e sem muito movimento. Lá as ondas são fortes, mas há um trecho mais calmo para curtir em paz. Ah, não se esqueça das atrações gastronômicas. No Restaurante Beijupirá, no centro de Porto, tem o famoso Beijumanga, mistura de peixe grelhado em crosta de gergelim com banana ao mel, arroz de coco e molho de manga. Outra dica é o Munganga Bistrô, na Avenida Beira-Mar, na Galeria Caminho da Praia. Fica de frente para as piscinas naturais, com ambiente aconchegante, e também serve delícias do mar. Por fim, vale uma visita ao Projeto Hippocampus, uma espécie de museu para exibição de diversos cavalos-marinhos da região.