Sua Casa Segura

Saiba como funcionam as coberturas do seguro residencial

O seguro residencial, além de ser mais barato que outros tipos de seguros existentes no mercado, é o que permite mais personalizações para se adaptar às necessidades de cada proprietário.


cobertura_seguro_G.jpg

Isso possibilita ter um seguro adequado para cada tipo de imóvel, com valores que cabem em qualquer bolso. A customização começa pela escolha do tipo de cobertura do seguro, que pode ser: para toda a estrutura do imóvel e o seu conteúdo; somente para estrutura ou somente para o conteúdo. O segundo passo é escolher entre a gama de coberturas oferecidas pela Seguradora. Por isso é importante conhecer os detalhes de cada uma antes da contratação. O AlugueTemporada explica abaixo as coberturas mais procuradas:

    banner_blog_seguro.jpg  

Incêndio, Queda de raios, explosão e tumultos:

é a cobertura básica do seguro, disponível em todas as contratações. Ela garante a indenização pelos danos causados ao imóvel e aos bens no interior da residência se ocorrer um incêndio, por exemplo.

 

Diárias de indisponibilidade e aluguel:

Caso o imóvel sofra algum problema, como um incêndio, por exemplo, e fique inutilizável por um período, a seguradora garante uma indenização para que o proprietário não deixe de receber o aluguel da residência, até que a reforma ou reconstrução da casa termine.

 

Danos elétricos:

Cobre os danos causados por descargas elétricasa máquinas, equipamentos ou instalações eletrônicas/elétricas.

 

Vento forte, Granizo e Fumaça:

cobre os danos causados direta ou indiretamente por vento, granizo e fumaçaem telhados, placas de energia solar e ao conteúdo segurado. As seguradoras costumam determinar um mínimo de velocidade do vento para considerá-lo um risco coberto. O seguro residencial da SulAmérica Seguros, por exemplo, cobre ventos com velocidade igual ou superior a 54km/h.

 

Roubo ou furto qualificado de conteúdo:

garante a indenização pelos bens roubados ou furtados da residência até o valor limite contratado. Os seguros entendem como roubo a subtração de bens a partir de grave ameaça ou uso de violência contra o segurado e/ou pessoas no local de risco. Já o furto qualificado é aquele praticado mediante destruição ou rompimento de obstáculos, deixando sinais inequívocos da ocorrência.

 

Responsabilidade Civil Familiar:

cobre indenizações judiciais que o segurado tenha que pagar por incidentes ocorridos em sua casa que prejudiquem terceiros, como um vazamento no imóvel segurado que danifique um imóvel vizinho.

 

O que os seguros não cobrem:

É importante sempre ler atenciosamente todo contrato, para saber exatamente tudo que está ou não incluso no serviço que será pago. Objetos de valor, por exemplo, não estão dentro das possíveis indenizações. Ou seja, obras de arte, coleções de bebidas, veículos, joias,cartões de crédito e débito, por exemplo, não são ressarcidos. Danos causados em função de problemas na estrutura do imóvel ou má conservação, problemas em jardins ou danos causados por animais também não entram no contrato. Estes são apenas alguns exemplos, fique sempre atento na contratação.

 

Está esperando o que para contratar o seu agora? Ligue agora para (21) 3956-9691 e peça um orçamento.


VEJA TAMBÉM