Receba Bem

Dicas de segurança para receber pessoas com deficiência física no imóvel

Adaptação e inclusão são pré-requisitos fundamentais para que o imóvel receba de forma confortável e segura pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou até mesmo com deficiência visual.


dicas-receber-deficientes.jpg

Confira abaixo algumas dicas e as modificações necessárias para tornar a experiência confortável e satisfatória para os inquilinos especiais:

 

Sob medida

O imóvel deve conter itens e especificações que deem autonomia aos deficientes. Corredores largos, por exemplo, são essenciais para cadeirantes, usuários de bengala ou andador. Se o imóvel for espaçoso, o uso de rampas é fundamental para locomoção de cadeirantes. É essencial também utilizar portas mais largas – 90 cm no mínimo. O peitoril de janela pode baixar para 70 cm de altura para cadeirantes, mas não é ideal para idosos ou crianças.

 

Móveis

Nos dormitórios, prefira móveis de cantos arredondados para evitar ferimentos. Closet ou guarda-roupas devem ter projeto especial para facilitar o acesso a calçados e roupas. O ideal é contar com móveis de portas de correr, pois ocupam menos espaço e são mais práticas, em especial para os cadeirantes.

 

Banheiro

Cuidado redobrado! Além do piso antiderrapante, é preciso providenciar barras de apoio em aço inox, incluindo suportes e parafusos de fixação sextavados. Do contrário, o risco de oxidação e de acidente é certo. As barras também devem ter empunhadura correta para evitar que a pessoa prenda o braço entre a alça e a parede, causando fratura.

 

Segurança é fundamental

Dê preferência a mobiliário robusto, pesado e sem quinas retas, para evitar traumas ou lesões. Utilize piso antiderrapante e elimine o uso de tapetes. Além dos pisos antiderrapantes, se a pessoa for deficiência visual, uma boa solução é usar materiais de cores contrastes para alertar sobre a presença de degraus.

 

VEJA TAMBÉM