Receba Bem

Vale a pena reformar o imóvel que será alugado por temporada?

Reformar um imóvel nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente quando o proprietário investe no aluguel por temporada para receber uma renda extra no final do mês. Então, em que momento vale a pena reformá-lo? Que benefícios reais isso traz para os proprietários?


reformar-ou-nao-grande.jpg

De acordo com estudo encomendado pelo Clube da Reforma à LCA Consultoria e ao Instituto Data Popular, o mercado de reforma e construção movimentou R$ 55 bilhões em 2012. Os dados da pesquisa mostram ainda que, até o fim de 2013, 16,8 milhões de residências do Brasil passarão por algum tipo de reforma.

  banner_blog_seguro_assist24h.jpg  

Além de fazer com que as pessoas se sintam mais à vontade no ambiente, um apartamento mais moderno e novo valoriza muito o imóvel e atrai mais clientes. É o caso do proprietário Egon Aszmann, que reformou seus dois imóveis em Copacabana (no Rio Janeiro) há menos de um ano e já sentiu que seus clientes estão mais satisfeitos. “O custo-benefício foi ótimo. Investi na parte estrutural, pintei todo o apartamento, troquei alguns armários e as cortinas, que já estavam antigas, e pretendo melhorar ainda mais”, ressalta ele. Ainda segundo Aszmann, seus hóspedes ficaram mais satisfeitos e muitos deles retornaram ao imóvel em uma nova oportunidade ou indicaram para os amigos.

   

O que muita gente não lembra é que, ao procurar um imóvel, os viajantes buscam infraestrutura, além de localização privilegiada e um valor justo de aluguel. Os proprietários devem ficar atentos a esses detalhes, pois quanto pior estiver o estado de conservação do imóvel, mais tempo ele levará para conseguir fechar um negócio. O grande segredo é pensar a longo prazo. Uma reforma pode não ser tão vantajosa para seu bolso a curto prazo, mas irá garantir melhores resultados no futuro. Ter um imóvel recém-reformado e em bom estado de conservação significa ter um aluguel competitivo e a garantia de que seu apartamento ou sua casa não ficarão vazios por muito tempo. A demanda é muito grande!

 

VEJA TAMBÉM