Cavernas (Espeleologia)

Explore o interior das carvenas

Espanha - Todos os direitos da foto reservados ao usuário do Flickr Roberto Lumbreras.

Cavernas oferecem passeios repletos de aventura

Refúgio do homem pré-histórico contra o frio e contra a chuva, as cavernas hoje são sinônimo de aventura. As cavernas do Brasil  já catalogadas, já ultrapassam o impressionante número de 5.000. A beleza natural das formações geológicas e dos lagos no interior das grutas encanta mergulhadores, pesquisadores e turistas. Conheça alguns destinos para explorar essas formações naturais:

Gruta dos Ossos (BA)

A Gruta dos Ossos é um local imperdível para quem quer embarcar numa viagem no tempo até a pré-história brasileira. A Bahia concentra as maiores cavernas do país e a gruta está localizada na Chapada Diamantina, a 75 km da cidade de Jacobina. O local é um importante sítio arqueológico onde ainda são encontrados fósseis de dinossauros e até mesmo de um megatério, o ancestral gigante do bicho-preguiça, com 2 metros de altura. O esqueleto reconstituído está exposto no Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Gruta do Lago Azul (MS)

Descoberta por índios da região em 1924, essa gruta está localizada a 20 km da cidade de Bonito, conhecida pelas belezas naturais e por ser um dos destinos mais procurados para ecoturismo. Após uma descida de 100 metros, os visitantes se deparam com o imenso lago que dá nome à caverna e a torna uma das maiores cavidades inundadas do mundo. Estima-se que ele tenha 90 metros de profundidade. A incidência da luz do sol intensifica a cor azul da água. A gruta também abriga fósseis de mamíferos pré-históricos e minerais raros.

Caverna de Santana (SP)

800 metros estão abertos aos visitantes, em um percurso de cerca de duas horas. A Caverna de Santana possui grandes salões e a formação geológica diversificada. Essa característica torna a caverna o lugar perfeito para passeios de educação ambiental, devidamente orientados por um monitor treinado.

Gruta da Terra Ronca (GO)

Localizada no parque estadual de mesmo nome, a Gruta da Terra Ronca tem uma particularidade: os famosos "roncos" que vêm de seu interior. O fenômeno é provocado pelo movimento das águas dentro da gruta e o som do fluxo é amplificado e distorcido pelo formato de funil da caverna. A cavidade tem uma abertura de quase 90 metros de altura e é cortada pelo Rio da Lapa. Uma segunda caverna conjunta com a gruta, conhecida como Buraco das Araras, é cruzada pelo mesmo rio. Por se tratar de uma região preservada, é obrigatório o acompanhamento de guias na visitação.


Siga o AlugueTemporada

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Youtube
  • Linkedin

Inscreva-se para receber a nossa newsletter

Receba as últimas novidades por email

Procure sua casa para temporada

Encontre a casa perfeita para as suas férias