Dia Internacional Da Mulher

Dia 08 de março

Dia da Mulher

Todos os direitos da foto reservados ao AlugueTemporada.

Dia de reverenciar as mulheres que mudaram o País

Criado oficialmente pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1975, o Dia Internacional da Mulher é comemorado em muitos países ao redor do mundo no dia 08 de março. Que tal comemorar a data relembrando as mais importantes figuras femininas do Brasil? Uma bela ideia é visitar os lugares representativos de personagens importantes da história do Brasil. Reúna as amigas, escolha a personalidade que tem mais a ver com vocês e caiam na estrada.

O Rio de Carmem Miranda

Uma das cantoras mais famosas do Brasil, ainda que nascida em Portugal, tem sua vida ligada ao Rio de Janeiro. Em 1910, Maria do Carmo Miranda da Cunha chegou à cidade antes de completar 1 ano de idade. Criada na Lapa, Carmen, como era chamada pelo pai, fã de ópera, estudou na escola de freiras Santa Teresa, na rua da Lapa, número 24. O bairro ainda mantém as moradias da época da menina Carmen. À noite, a região é um dos principais pontos da boemia carioca. Os bares ficam lotados e o trânsito, intenso. Vale observar os Arcos da Lapa, que ganham uma bela iluminação.

Para ir mais a fundo na história da cantora, a visita ao Museu Carmen Miranda é indispensável. Localizado no Parque do Flamengo, na zona sul do Rio, o local abriga 3.560 itens, entre roupas, acessórios, fotografias e partituras originais. O museu foi criado para perpetuar a memória da cantora, um dos mitos da música brasileira, que chegou a receber o maior salário até então pago a uma mulher nos Estados Unidos. O lugar funciona de terça a sexta-feira, das 11h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados das 13h às 17h, no bairro do Flamengo.

A São João da Boa Vista de Pagu

Uma boa alternativa para conhecer a mulher que mexeu com a política brasileira é uma visita a São João da Boa Vista (SP), cidade vizinha a Águas da Prata e Mogi-Mirim. Foi lá que nasceu Patrícia Rehder Galvão, mais conhecida pelo pseudônimo de Pagu. Primeira mulher presa por motivos políticos no Brasil, Pagu teve uma vida sem regras e, contrariando os hábitos de sua família, um tanto liberal. Não se importava com os que os outros pensavam e, 1930, envolveu-se em um escândalo que chocou a sociedade paulista: Oswald de Andrade separou-se de Tarsila do Amaral para ficar com ela. Os dois haviam se conhecido antes, quando Pagu integrou-se ao movimento modernista iniciado em 1922.

O resultado de sua ampla campanha pela cultura pode ser notado na construção do Teatro Municipal da cidade, incentivada pela jornalista, abrigado no Centro Cultural Pagu. Fundado em 1989, o complexo abriga ainda a Biblioteca Municipal Jaçanã Altair, o núcleo de informática Acessa São Paulo e a Casa do Artesão, onde vários artesãos da cidade expõem e vendem seus mais variados trabalhos.


Siga o AlugueTemporada

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Youtube
  • Linkedin

Procure sua casa para temporada

Encontre a casa perfeita para as suas férias