Onde ficar em Interior de São Paulo, BR?

Para 2018, temos 1.656 opções de aluguel de temporada perto de Interior de São Paulo. De 459 Casas a 49 Apartamentos, encontre o lugar perfeito para se hospedar com a família ou os amigos no fim de semana ou nas férias. Não tenha dúvidas: o AlugueTemporada tem tudo o que você precisa para a sua estadia.

Quais são os principais destinos mais visitados em Interior de São Paulo?

Existem várias opções de locais onde se hospedar durante um longo feriado ou apenas um fim de semana em Interior de São Paulo. De acordo com os visitantes do AlugueTemporada, os principais destinos são:

  • Ubatuba: 1.585 imóveis para aluguel de temporada
  • Praia Grande: 513 imóveis para aluguel de temporada
  • Rio de Janeiro: 4.454 imóveis para aluguel de temporada
  • Atibaia: 325 imóveis para aluguel de temporada
  • Paraty: 264 imóveis para aluguel de temporada

Com o AlugueTemporada, você tem a oportunidade de descobrir outros destinos populares em Interior de São Paulo! Use nossa barra de pesquisa para descobrir as opções de acomodações com auto-atendimento disponíveis em outros destinos populares.

Quais são as principais cidades em Interior de São Paulo?

Para viagens sozinho ou com a família e os amigos, estas são as cidades em Interior de São Paulo com o maior número de opções de casas de veraneio para as férias perfeitas:

  • Ubatuba: 1.585 casas de veraneio
  • Atibaia: 325 casas de veraneio
  • Paraty: 264 casas de veraneio
  • Angra dos Reis: 297 casas de veraneio
  • Campos do Jordão: 325 casas de veraneio

Para outras cidades, use nossa barra de busca para descobrir as opções de casas de veraneio disponíveis.

Posso encontrar imóveis para aluguel de temporada de fácil acesso quando for viajar para Interior de São Paulo?

É claro que sim. Nossos proprietários oferecem uma vasta seleção de imóveis para aluguel de temporada próximas a aeroportos. Os aeroportos com grandes opções de imóveis para aluguel de temporada em Interior de São Paulo são:

  • São Paulo (GRU-Guarulhos - Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro): 402 imóveis para aluguel de temporada
  • Sorocaba Airport (SOD): 202 imóveis para aluguel de temporada
  • São José dos Campos (SJK-Sao Jose dos Campos-Professor Urbano Ernesto Stumpf): 66 imóveis para aluguel de temporada

Use nossa barra de busca para descobrir a seleção de imóveis para aluguel de temporada disponíveis.

Quais são melhores áreas para se hospedar em Interior de São Paulo próximas aos pontos de interesse e turísticos mais populares?

O AlugueTemporada oferece diversas opções de casas de férias próximas aos melhores lugares para visitar em Interior de São Paulo. De acordo com os viajantes do AlugueTemporada, os pontos de interesse mais populares em viagens de férias ou fins de semana são:

  • Praia do Félix: 1.266 casas de férias
  • Praia de Prumirim: 1.293 casas de férias
  • Praia Grande: 1.376 casas de férias
  • Thermas dos Laranjais: 151 casas de férias
  • Shopping Granja Vianna: 333 casas de férias

Mas há muitos outros pontos de interesse em Interior de São Paulo listados no AlugueTemporada. Encontre sua acomodação próxima a eles. Basta escrever o destino que você procura na barra de busca e começar a descobrir nossa seleção de acomodações para aluguel de temporada.

GUIA DO INTERIOR DE SÃO PAULO

POR QUE IR?

Uma das maiores forças industriais, agrícolas e de consumo da América Latina, o Interior de São Paulo compreende tradicionalmente todo o estado paulista, exceto a Região Metropolitana (incluindo a capital) e o litoral paulista. Cidades como Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Sorocaba e São José do Rio Preto estão entre as mais importantes do Brasil, seja pelo contingente populacional, seja pela concentração de riquezas.

O progresso na região já vem de quase dois séculos, motivado pela explosão da cultura do café, entre os séculos 19 e 20. Com a depressão econômica de 1929, o mercado cafeeiro praticamente perdeu forças, e a economia do estado de São Paulo começou a se moldar nas indústrias, setor que atualmente move a economia local.


O QUE FAZER?

O Interior paulista oferece inúmeras oportunidades de negócios nos mais diversos setores. Mas desde cidades mais próximas à capital paulista, como Jundiaí, Atibaia e São Roque, até mais distantes, como São José do Rio Preto, Marília e Presidente Prudente, o que não falta são os muitos atrativos para lazer e turismo.

Para facilitar a vida dos turistas, o governo paulista separou os municípios turísticos em estâncias: climáticas, turísticas, hidrominerais e as balneárias, localizadas no litoral. Alguns dos destinos mais populares do interior apresentam clima agradável, como Jarinu e a região de Bragança Paulista, Campos do Jordão e Santa Rita do Passa Quatro.


ONDE IR?

Clima

A região de Bragança Paulista, que compreende municípios como Atibaia, Socorro, Jarinum Itatiba e Amparo, apresenta uma das melhores condições climáticas do mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. Na região, o desenvolvimento da infraestrutura das cidades encontrou equilíbrio com a vegetação nativa e com o relevo serrano, que contribuem para a temperatura amena e regular durante quase todo ano. O clima também é favorável em cidades conhecidas por suas águas, como Serra Negra, Lindóia, Lençóis Paulista e Águas de São Pedro.

Já Campos do Jordão, destino de inverno preferido dos endinheirados, é marcada pela predominância de condições climáticas “europeias” durante a estação mais fria do ano, atípicas em outras regiões próximas em São Paulo, Rio de Janeiro ou Minas Gerais. Por isso, é comum que durante o inverno paulistanos, cariocas, fluminenses e mineiros busquem chalés próximos a serra completamente povoada por coníferas, como araucárias e cedros.


Cultura

Um dos museus mais interessantes do interior de São Paulo está em São Carlos, o Museu da Aviação, mantido por uma companhia aérea e que conta com enorme acervo de aeronaves, equipamentos e fardamento de todas as épocas na aviação mundial. É comum a presença de estrangeiros, e também de pilotos amadores, já que o local possui pista para quem quiser chegar com a própria aeronave. Outro local interessante é o Museu de Armas, Veículos e Máquinas, mantido pela histórica família Matarazzo em Bebedouro. Marcante pela coleção de 90 automóveis de todas as partes do mundo.

No Vale do Paraíba, a cidade histórica de São Luiz do Paraitinga guarda em suas ruas, praças e vales uma atmosfera colonial semelhante a vilarejos do século 17 de Minas Gerais e Goiás, marcados pela corrida em busca de ouro e pedras preciosas. Um dos eventos mais marcantes do município é uma festa de carnaval que reúne blocos de foliões, na maioria jovens, embalados por marchinhas típicas e tradicionais, características das comemorações carnavalescas brasileiras.


Esporte

Praticantes de esportes como asa delta, rafting, rapel, escalada entre outros esportes radicais tem destino certo às cidades de Brotas e Socorro, ambas amplamente estruturadas para o ecoturismo e para receber aqueles que buscam aventura e contato com a natureza. Às margens do imponente rio Paraná, na fronteira paulista com o Mato Grosso do Sul, as cidades de Ilha Solteira, Rubinéia e Santa Fé do Sul oferecem condições ideais para a pesca esportiva.

Um dos maiores eventos do gênero na América Latina, a Volta Ciclística Internacional de São Paulo, que se inicia na Grande São Paulo e passa por diversas cidades do interior, como Sorocaba, Botucatu, Brotas, Águas de Lindóia, Atibaia e vai até Monte Verde, em Minas Gerais, com término na capital paulista. Participam atletas brasileiros e de diversos países, principalmente Argentina, Uruguai e Portugal.


Eventos

A figura do peão de boiadeiro e do tropeiro, caipira, enraizada no paulista desde os primórdios da colonização portuguesa, é celebrada até hoje por festas de rodeio. Uma das mais famosas é a Festa do Peão de Barretos, que reúne milhares de pessoas e atrações internacionais todos os anos, sendo o centro da festa as competições de rodeio e montaria realizadas desde 1956 na cidade. A cultura caipira também inspira eventos semelhantes (e de igual porte) em Americana e Araçatuba.

O hábito de cultivar flores ornamentais foi trazido ao estado por imigrantes, principalmente holandeses e japoneses, estes últimos estabelecidos principalmente na Grande São Paulo. Os holandeses fundaram Holambra, cidade do interior paulista extremamente colorida com azaleias, begônias, orquídeas e violetas em todas as suas ruas, dotadas da característica arquitetura dos Países Baixos. Nela anualmente são realizados diversos eventos para flores ornamentais, sendo o maior deles a Expoflora, que ocorre entre os meses de agosto e setembro e reúne expositores de todo o mundo.